quinta-feira, 26 de março de 2009

Mais sorte do que juízo

O Grêmio venceu o Aurora e assim conquistou a liderança do seu grupo.

O que chama a atenção é a capacidade que o Grêmio tem de complicar seus jogos. A equipe de Celso Roth entrou em campo sem surpresa, o time certo, bem escalado. Como de praxe, o Tricolor dominou, foi seguro na defesa, competente ao articular no meio e, de novo, incompetente ao finalizar à gol.

O Aurora se virava através de balões pra área gremista. No primeiro tempo não assustou.

Na segunda etapa o atacante Jonas desencantou. O Grêmio continuava melhor, mas pecava ao não conseguir matar o jogo. Pagou por isso. Num dos balões do time boliviano, o atacante do Aurora venceu a disputa de bola com dois zagueiros gremistas e saiu na cara do goleiro Victor pra empatar o jogo.

A partir do empate o Grêmio ficou nervoso. Visivelmente desequilibrou dentro do jogo, levou cartões desnecessários e perdeu Jonas, expulso por agressão flagrada pelo auxiliar. Foram alguns minutos de turbulência psicológica.

Mas graças à deficiência técnica do Aurora e ao excelente preparo físico do Grêmio, o tricolor conseguiu entrar no jogo novamente nos últimos 10 minutos. Mesmo assim não chegaria ao gol da vitória pelos seus méritos. Um frango magnifico após chute do Tcheco garantiu os três pontos do time gaúcho. Alguns diriam: a sorte que tanto faltou nas duas últimas atuações.

A vaga para próxima fase está bem encaminhada com a vitória, assim como estaria se o resultado do jogo fosse 1 a 1.


Nenhum comentário:

Postar um comentário